Deixe um comentário

CUIDADOS COM ALIMENTAÇÃO AO VIAJAR

cuidados-com-alimentacao-ao-viajarA alimentação consiste em uma das maiores preocupações durante uma viagem, principalmente se vamos para lugares ou países de culinária diferente da nossa.

Os problemas advindos da alimentação podem ser os mais variados, como intoxicação alimentar, diarreia, vômitos e até mesmo obesidade, quando a comida é muito boa (contra os quilinhos a mais ao regressar, você pode testar se green coffee slim funciona).

Por outro lado, não tem graça nenhuma visitar um lugar diferente e não provar dos sabores locais. Afinal, como dizem, se não é para se misturar e comer o que os habitantes locais comem, então qual a graça de viajar?

Alguns cuidados podem diminuir os riscos e sofrimentos advindos de se alimentar de comida diferente daquela a que estamos acostumados:

  • Tenha à mão remédio contra diarreia. Já leve de casa se você achar que não vai conseguir comprar no local/país de destino;
  • Se for provar comida de rua, observe a higiene e vá devagar. Como pouco e observe seu organismo até o dia seguinte. Caso não tenha problemas e tenha gostado da comida, pode consumir mais nos dias seguintes.
  • Observe os restaurantes aonde for comer. Se o lugar está sempre cheio, é um indicativo de que a alimentação e boa.
  • Se você estiver desconfiado, compre água engarrafada, em vez de consumir a água que todos consomem. Olhe também a tampa da garrafa. Se o lacre estiver violado, não se envergonhe de pedir a troca.
  • Caso a comida do destino seja bastante diferente, prefira alimentos orgânicos como frutas às quais você já está acostumado. O sabor e fatores nutritivos não variam muito em frutas, mesmo em países diferentes.
  • Uma opção paliativa caso você realmente esteja desconfiado da comida local é comer nas redes de restaurantes globais, como McDonald’s e Subway, pois o cardápio é praticamente o mesmo em todo o mundo. Só tenha cuidado para não fazer isso por muito tempo, pois fast-food em excesso gera obesidade.
  • Outra opção ainda mais interessante é comprar os ingredientes que você já conhece e você mesmo cozinhar. Muitos hostels e até hotéis disponibilizam cozinha.
  • Cuidado também para não exagerar. Não férias, por temos muito tempo livre, sensação de liberdade e mais dinheiro, temos a tendência de comer demais e ganhar uns quilinhos. Fique de olho no seu peso.
  • Siga seu instinto. Se você acha que aquela comida é muito esquisita, evite-a. Afinal, o único animal que precisar aprender a comer é o homem.

Siga essas dicas e boa viagem!

Deixe um comentário

10 PAÍSES PARA TURISMO MÉDICO

Turismo médicoNo post de hoje vamos falar sobre um tipo de viagem um pouco diferente, mas que está se tornando cada vez mais comum: é o turismo médico. Quando falamos de turismo, sempre imaginamos sol, praia, rios, montanhas, cidades belas, boa comida e bebida. Pois saiba que muita gente alia tudo isso a um tratamento de saúde.
Os motivos são principalmente preço e qualidade. Dependendo do tratamento que você for fazer, se buscar no exterior, poderá tê-lo pela metade do preço. Como muitos tratamentos mais complexos custam milhares de reais, viajar para outro país (ou mesmo outro estado) pode nos fazer economizar uma grana boa, e, se as condições físicas permitirem, até mesmo usufruir do destino, como um bom turista.
Preços mais baixos não significam qualidade ruim. Há organizações internacionais que conferem selo de qualidade, como Joint Commision International que é americana e sem fins lucrativs, atuando em 40 países.

Abaixo elencamos 10 países que se destacam como centros de turismo médico.

  1. Turquia – tem 47 centros médicos acreditados pela Joint Commision International, destacando-se como um dos países com maior quantidade de centros clínicos acreditados. Destaca-se nos tratamentos oftalmológicos (como cirurgias refrativas a laser para corrigir astigmatismo, hipermetropia e miopia). O custo gira em torno de 50 % a menos do que nos EUA.
  2. Taiwan – 17 centros acreditados. Recebe turistas buscando tratamento, vindos principalmente de Macau, Hong Kong, Cingapura e China. O turista pode economizar até 65% no tratamento, em comparação com os Estados Unidos.
  3. Brasil – 51 centros acreditados. A qualidade das cirurgias plásticas brasileiras é reconhecida internacionalmente. O nosso grande mestre Ivo Pitangui acabou de nos deixar, mas criou um legado muito grande, sem contar os outros profissionais dessa área que não foram discípulos dele, mas também são ótimos. As clínicas de cirurgia plástica brasileiras têm reputação internacional e atraem pessoas em busca de retoques no corpo e no rosto. Muito procuradas são cirurgias de aumentos dos seios, abdominoplastia, lipoaspiração, retoques no rosto e corpo, transplante como tratamento para calvície, etc.
  4. Coreia do Sul – 27 centros clínicos acreditados. É um país asiático bem desenvolvido que combina as medicinas ocidental e oriental, o que atrai muitos turistas, principalmente russos e japoneses.
  5. Índia – 28 organizações acreditadas. Não somente a medicina – muitas outras coisas também são baratas na índia – a redução de despesa chega a ultrapassar 80% em relação aos EUA. Destaca-se em cirurgias cardíacas, com uma qualidade muito boa.
  6. Cingapura – possui 22 instituições acreditadas. Pouca gente sabe, mas, segundo a organização mundial de saúde, Cingapura tem a melhora qualidade de serviços médicos do mundo. Muito procurado para tratamento do câncer, especialmente por Indonésios.
  7. Malásia – 13 organizações acreditadas. Além de preços baixos e ótima qualidade, a Indonésia tem um atrativo a mais: a facilidade de comunicação, já que o Inglês é a segunda língua oficial do país. Pacientes internacionais são principalmente oriundos de Cingapura e Indonésia.
  8. México – 9 organizações acreditadas. Muito procurado por americanos, para tratamento odontológico, e hispânicos que residem nos estados americanos fronteiriços. Também muito popular pelo sucesso das cirurgias bariátricas.
  9. Estados Unidos – apesar do preço elevado, tem a reputação de melhor medicina do mundo. O país investe pesado em pesquisa, diagnóstico e tratamentos de alta complexidade. A maioria dos turistas vem de países ricos, à procura do que há de melhor em tratamento de saúde.
  10. Tailândia – conta com 53 organizações acreditadas. Esse é o país campeão do turismo médico. Atende quase 2 milhões de pacientes anualmente. Eles recebem grande quantidade de turistas do Oriente Médio. Por mais inusitado que possa parecer, uma das cirurgias mais procurada é a de mudança de sexo.

Muitos problemas de saúde podem ser solucionados apenas com alimentação, dieta e suplementação, ainda que você não queira comprar xtramaster ou gastar dinheiro com produtos, tais como os anunciados no site www.cultivandosaude.com, certamente há muitos vídeos no youtube e artigos espalhados pela Internet, que podem nos ajudar a combater obesidade, calvície, depressão e várias outras doenças; enfim ter uma saúde melhor. Afinal, como diz o provérbio: MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR.

Um exemplo de médico que ajuda muito as pessoas com seus conhecimentos, de graça, é o Dr Lair Ribeiro. Aprendi muito com ele sobre cuidados com minha saúde. Abaixo deixo um vídeo que contém uma entrevista com o sábio Dr. Lair. Procure que há um canal dele no youtube.

 

Deixe um comentário

QUER MORAR NO CANADÁ?

Bandeira do CanadáEm que pese termos um país muito bonito e farto de recursos naturais, nossa sociedade ainda é cruel, apresentando aspectos bem negativos, se comparada a países desenvolvido. Por isso, de vez em quando, sinto vontade de sair do Brasil definitivamente, principalmente ao lembrar de tantas coisas ruins que sofri por aqui e depois de ter feito algumas viagens internacionais. Já notei que esse desejo atormenta (ou estimula) muita gente por aí. As razões são as mesmas de sempre, os problemas eternos do Brasil: violência, corrupção, desigualdade social, dificuldade de ascensão profissional, crises recorrentes, etc.

Ao desejar imigrar para outro país, ainda que temporariamente, começo a imaginar várias possibilidades. Dentre elas, parece muito interessante o Canadá. Abaixo estão elencadas algumas razões que pude pesquisar e ver várias pessoas relatando, para lhe inspirar ao pensar em como imigrar para Quebec ou para qualquer outra parte do Canadá.

 

1 – O Canadá está ranqueado como o segundo melhor país para se viver no mundo.

Em janeiro de 2016 o Canadá foi eleito o segundo melhor país do mundo para se viver, perdendo apenas para a Alemanha.

O destaque vem principalmente nas categorias de facilidade para negócios, empreendedorismo e cidadania.

Você poder ver o ranking neste link: Fonte: http://www.usnews.com/news/best-countries/overall-full-list

 

2 – Natureza exuberante

O Canadá possui uma enorme variedade de flora e fauna com muitos parques nacionais e é o país com o maior número de lagos do mundo.

Nas estações mais quentes é possível desfrutar da natureza pescando, velejando, acampando, fazendo trekking. E no frio o pessoal curte muito fazer snowboard e sky.

 

3 – Ar puro

O país é ranqueado como o terceiro com ar mais puro no mundo, por causas das imensas áreas verdes; inclusive as grandes cidades possuem uma grande quantidade de árvores. Há vários sites relatando que a China vem comprando ar puro do Canadá.

 

4 – Mercado de trabalho

O Canada precisa continuamente de mão-de-obra, quer seja porque a economia é pujante, em contínuo crescimento, quer seja porque a taxa de natalidade é bem pequena e há muita gente se aposentando. Isso faz com que o país possua vários programas de imigração para os diversos perfis profissionais.

No site http://comoimigrarparaquebec.com há informações sobre os guias de imigração e integração à província de Quebec, no Canadá.

 

5 – Educação pública de qualidade

Educação primária e secundária são gratuitas e obrigatórias para todas as crianças. O sistema de ensino público é controlado por meio de exames oficiais, anualmente, para assegurar a qualidade. Assim, todos, independentemente do nível social, cultural ou econômico têm o as mesmas oportunidades de obter uma boa educação.

 

6- Imigrantes são respeitados

A integração entre as culturas é notável, uma vez que, em grande parte, o país é constituído por imigrantes de todas as partes do mundo. As tradições, costumes e cultura de cada povo são respeitados.

 

7 – Segurança

Esse é um dos itens que mais atrai brasileiros. Os níveis de segurança canadense chegam a ser incompreensíveis para muitos latinos. O país possui uma das mais baixas taxas de criminalidade do mundo, à imagem de outros países desenvolvidos.

 

Essa lista está longe de esgotar as razões por que alguém deveria tentar imigrar para o Canadá, mas, certamente aborda alguns dos aspectos principais.
Obviamente que nem tudo são flores. Além da adaptação, o tempo frio amedronta muita gente, mas, cidades como Montreal possuem vida subterrânea em larga escala, para proteger as pessoas do frio e tornar a vida mais cômoda.

Se você não se animou ou não tem o perfil para imigrar para o Canadá, quem sabe eu tenha lhe despertado o interesse para fazer uma viagem de turismo, né? 😉

No site da embaixada do Canadá você poderá obter mais informações sobre o país e os diversos tipos de visto.

Deixe um comentário

7 FILMES QUE VÃO INSPIRAR SUA PRÓXIMA VIAGEM

Está sem saber para onde ir na sua próxima viagem? Necessita de inspiração para programar seu itinerário? Quer sentir a emoção de estar no lugar de destino antes mesmo de chegar lá? Então meu amigo, você vai gostar do que preparamos para você. Uma lista de filmes sobre viagens, férias e aventuras em diversas partes do mundo.
A sinopse dos filmes foi tirada do site http://www.adorocinema.com
Você pode clicar em estudar cinema no exterior para visitar o site e procurar pelos respectivos filmes para assistir.

Filme Diarios de Motocicleta

1 – DIÁRIOS DE MOTOCICLETA (2004)
Sinopse – Che Guevara (Gael García Bernal) era um jovem estudante de Medicina que, em 1952, decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna). A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, conhecendo novos lugares e pessoas. Em Machu Pichu a dupla conhece uma colônia de leprosos e questiona a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.

 

Filme Sob o Sol da Toscana2 – SOB O SOL DA TOSCANA (2003)
Sinopse – Frances Mayes (Diane Lane) é uma escritora que leva uma vida feliz em San Francisco, até que se divorcia de seu marido. Triste e deprimida, ela decide mudar radicalmente de vida e compra uma chácara na Toscana, para descansar e poder terminar em paz seu novo texto. Porém enquanto ela cuida da reforma de sua nova casa acaba conhecendo um novo homem, que reacende sua paixão.

 

Filme Férias Frustradas3 – FÉRIAS FRUSTRADAS (2015)
Sinopse – Rusty Griswold (Ed Helms) trabalha como piloto de avião na EconoAir, uma companhia de baixo custo. Ele é casado com Debbie (Christina Applegate) e tem dois filhos, James (Skyler Gisondo) e Kevin (Steele Stebbins), que vivem brigando. Disposto a se divertir com a família, Rusty decide seguir os passos de seu pai (Chevy Chase) e comandar uma ida ao parque de diversões Wally World, localizado a dias de viagem. Rusty logo aluga um carro albanês, sem imaginar que a viagem em família será bem mais complicada do que imaginava.

 

Filme Na Natureza Selvagem

4 – Na Natureza Selvagem (2007)
Sinopse – Início da década de 90. Christopher McCandless (Emile Hirsch) é um jovem recém-formado, que decide viajar sem rumo pelos Estados Unidos em busca da liberdade. Durante sua jornada pela Dakota do Sul, Arizona e Califórnia ele conhece pessoas que mudam sua vida, assim como sua presença também modifica as delas. Até que, após dois anos na estrada, Christopher decide fazer a maior das viagens e partir rumo ao Alasca.

 

Filme O Caminho de Santiago5 – O CAMINHO DE SANTIAGO (2010)
Sinopse – O oftalmologista Tom Avery (Martin Sheen) e seu único filho Daniel (Emilio Estevez) têm uma relação distante. Quando o rapaz viaja para a Espanha para cruzar o Caminho de Santiago de Compostela, acaba perdendo a vida em uma fatalidade. Tom, então, vai até a França para recolher o corpo de seu filho. Chegando lá, ele resolve fazer o Caminho, completando o percurso que Daniel havia começado, levando junto as cinzas do rapaz. Durante a empreitada, ele encontra companheiros que vão lhe mostrar que nenhum caminho deve ser percorrido sozinho.

 

Filme Comer, Rezar e Amar6 – COMER, REZAR E AMAR (2010)
Sinopse – Elizabeth (Julia Roberts) descobre que sempre teve problemas nos seus relacionamentos amorosos. Um dia, ela larga tudo, marido, trabalho, amigos, decidida a viver novas experiências em lugares diferentes por um ano inteiro. E parte para a Índia, Itália e Bali, para se reencontrar numa grande viagem de autoconhecimento.

 

 

Filme Viajar é Preciso

7 – VIAJAR É PRECISO (2012)
Sinopse – George (Paul Rudd) acaba de ser demitido do emprego e, para piorar, o documentário da sua esposa Linda (Jennifer Aniston) é cancelado. Sem dinheiro para bancar a vida em Nova York, o casal decide se mudar para a casa do irmão de George, em uma comunidade alternativa chamada Elysium.

 

Deixe um comentário

10 RAZÕES PELAS QUAIS VIAJAR NOS FAZ PESSOAS MAIS FELIZES

Garota viajando

Todos nós já convivemos com pessoas que fogem um pouco ao senso e hábitos comuns. Eu já encontrei gente que não gostam de coca-cola, pizza, sexo, cabelos curtos, TV, etc., porém, até hoje não encontrei ninguém que não gostasse de viajar. É bem provável que pessoas assim existam, mas eu ainda não as encontrei. Todavia, já encontrei várias pessoas que sofrem de wanderlust (desejo de viajar). Isso me leva a crer que viajar é um prazer universal. Reuni aqui uma lista de 10 aspectos positivos advindos de viagens.

1. Despertar nossa autoconfiança, ao lidar com situações incomuns

Não tem jeito; por melhor que seja a viagem, algum imprevisto sempre vai acontecer, e isso é algo que deve ser olhado do ponto de vista positivo. E por estar viajando, normalmente essas situações incomuns têm que ser resolvidas rapidamente e por nós mesmos, já que todo o nosso arsenal de amigos e boa parte dos recursos estão distante, no nosso local de origem. Assim, seremos forçados a raciocinar e agir rapidamente, muitas vezes, saindo da nossa zona de conforto, para resolver a situação.

2 – Fazer novos amigos

Essa parte é fantástica. Ao viajar temos mais tempo, estamos distantes do ciclo de trabalho estressante, então é muito mais fácil fazer amigos. Já vi pessoas consideradas muito tímidas se tornarem bem comunicativas em hostels, praias ou países estrangeiros, pois todo esse contexto fazia com que elas se abrissem para o novo.

3 – Desintoxicar de mídias sociais

Facebook, G-mail, WhatsApp ( a lista segue) certamente são ferramentas interessantes e úteis se bem utilizadas, mas verdade seja dita… com frequência extrapolamos os limites e podemos chegar até mesmo à dependência. Ao viajar, desejamos curtir o lugar, passear, conversar com pessoas, sentir o sabor da comida e perfumes ambientes. Isso nos força a nos desligar, pelo menos um pouco, de todo esse turbilhão de informações.

4 – Ajudar no autoconhecimento

“Você não vê a floresta por causa das árvores”! Ás vezes precisamos nos distanciar de tudo que está perto, para que possamos ver mais longe, entender o todo, o contexto. Muita gente explicitamente declara que precisa se autoconhecer e, por isso, vai fazer uma longa viagem.

5 – Aprender uma nova língua ou outra habilidade

Quantas viagens são feitas com o objetivo de se aprender alguma habilidade, fazer algum curso, adquirir um título, aprender ou aperfeiçoar conhecimentos de língua estrangeira. Cursos de línguas são muito bons, mas, para a maioria das pessoas, a melhor forma de se dominar uma língua estrangeira e imergir na cultura daquele país.

6 – Sentir-se mais interessante, amado e desejado

Quando somos forasteiros, ainda que no nosso próprio país, costumamos despertar o interesse das pessoas locais, mesmo temporariamente. Afinal, novidades sempre são interessantes. Esse é outro aspecto que faz com que desejemos viajar. Resguardadas as devidas exceções, as pessoas costumam ser mais amáveis e sentem-se bastante interessadas por visitantes. Sentir-se querido é algo que faz muito bem.

7 – Guardar lembranças para reviver e contar

Quantas vezes você não “viajou” ao ouvir relatos de viagens de outras pessoas? Ter lembranças para reviver é como viajar novamente e, cada vez que contamos nossas aventuras de viagens para alguém, dividimos um pouco dessa felicidade com as pessoas e reavivamos esses bons sentimentos e lembranças.

8 – Aliviar o estresse

Não há muito o que falar aqui! Tá estressado ou cansado, vá viajar. É ditado e senso comum.

9 – Provar novos sabores

Cada lugar que visitamos costuma ter um prato e bebida típicos que representam, de uma certa forma, a identidade e cultura de um povo por meio do paladar. Desfrutar disso é muito mais do que provar novos sabores, é compartilhar da essência da própria história desse povo. E convenhamos, há muitos sabores maravilhosos a nossa espera por aí.

10 – Viajar aproxima mais os casais e pessoas

Experimente viajar com sua pessoa amada ou toda sua família. Todos estarão muito mais relaxados, abertos e à vontade. É bem provável que segredos venham à tona, declarações de amor surjam, erros sejam perdoados. Em geral, as pessoas se tornam mais íntimas em viagens.

E se você pensa que não tem dinheiro para viajar ou que ter família pode lhe atrapalhar, dá uma olhada no vídeo abaixo que é o primeiro de uma série sobre viagens.